Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O jornal do povo

por Inútil, em 09.07.08

Não sei se acontece o mesmo convosco, mas quando levo um jornal para ler no comboio, a cabeça da criatura que vai ao meu lado acaba invariavelmente quase em cima do meu colo, tal não é a avidez de ler a noticia alheia.

Num transporte público, um jornal passa também ele a ser de livre usufruto.

Não há propriedade dentro dum comboio da CP. E eu detesto isso.

Para mim, os voyeurs de jornais estão ao mesmo nível dos mirones da praia do Meco. Uns vêm noticias, outros malta descascada, mas o principio é basicamente o mesmo.

Bem sei que ao fim e e ao cabo o voyeurismo é algo difícil de evitar, visto que a curiosidade pelo alheio é algo inerente à natureza humana.

E dizem vocês "Epá, ò Inútil, isso não é bem assim, porque eu não sou nada de meter o garfo no bife do prato ao lado".

Ora, isso é tanga. Aquele que de vós nunca prestou atenção a uma conversa entre estranhos que atire a primeira pedra. É chato, mas compreensível.

Tal como se entende que um gajo fique aborrecido quando percebe que está a ser observado.

Só não entendo porque é que a senhora que ia ao meu lado no comboio hoje de manhã me apelidou de mal-educado quando eu fechei o meu jornal ao constatar que a leitura estava a ser comunitária.

Vai na volta o erro foi meu, talvez devesse ter retribuído o espiolhanço e fitado o decote dela como um perdigueiro durante a viagem.

Lá digno disso, era ele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:06


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Sobre o Inútil

foto do autor


Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Anónimo

    Pelo seu artigo logo se vê que o amigo não conhece...

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...