Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do forcado

por Inútil, em 24.10.06

Há uns dias atrás, numa petiscada de final de tarde, conversava com um amigo meu, aficionado convicto, acerca da pretensa virilidade presente na actividade do forcado.
Dizia ele que o forcado é um valente, homem corajoso que encara a morte de frente, tendo ainda a ousadia de a apelidar de "bicho lindo" na maior parte das vezes que o faz.
Uma coisa à macho.
Pessoalmente, discordo desse ponto de vista.
Não consigo encontrar qualquer tipo de virilidade num grupo de homens crescidos que usam calças 3 números abaixo, meias rendilhadas à varina com laçarotes vermelhos no topo, sapatinho de prateleira com atilhos amarelos e que chamam lindo a um bicho másculo de 500 kgs numa pose de Maria Alcoviteira, com perninha chegada à frente e mãozinha na anca.
É rôto.
Aprofundando a questão do forcado, chega-se à conclusão que o maior mártir daqueles intrépidos bezanolas não é o cabo, aquele que dá a cara ao manifesto, mas sim o infeliz que vem logo atrás (salvo erro, designado de 1º ajuda).
O cabo ainda tem a dignidade de um confronto frente-a-frente com o toiro, o 1º ajuda nem isso. Esse tem de se contentar em ver um par de cornos com o rabo do cabo no meio, espetado na sua direcção e o pompom verde do barrete do cabo saltitando para aqui e para ali.
Não sofre o impacto com os cornos de um bicho, mas sim com o rabo de outro. É chato e nem por isso viril.
E nem deve ser preciso falar no belo cenário que é ver o 1º ajuda montado nas traseiras no cabo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Sobre o Inútil

foto do autor


Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Anónimo

    Pelo seu artigo logo se vê que o amigo não conhece...

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...