Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Canciones de siempre

por Inútil, em 02.10.07
É o nome do álbum que marca a estreia de Hugo Chavez como artista musical.
Façam-lhe as criticas que quiserem mas a verdade é que não há por aí países com presidentes mais mediáticos (a nível interno) que o pequeno tirano da Venezuela.
Como se não bastasse ter o seu próprio programa de televisão (aquele que dura perto de 6 ou 7 horas) e ter a sua própria action-figure (que canta o hino e tudo), o homem achou por bem lançar-se na senda da música.
Diz ele que o disco "é para ouvir e para rir". Não sei... palpita-me que se alguém for apanhado a rir à gargalhada da obra do homem, dá com os costados num milheiral em trabalhos forçados.
E nem duvido que a coisa tenha uma componente burlesca. Afinal de contas, a voz do homem faz o barulho de unhas a arranhar um quadro parecer um acorde divinamente melodioso.
O que eu gostava era de ver esta moda ser seguida por outros dirigentes mundiais.
Cavaco podia lançar um cd com versões remasterizadas do vira, George W. Bush fazer um dueto country com Dolly Parton e Vladimir Putin enfiar um daqueles chapéus de pêlo com tapa-orelhas e cantar à desgarrada as modinhas das minas dos Urais.
Até podiam todos fazer um número em conjunto no próximo evento do género Live 8.
Não seria bonito ver Cavaco de mãos dadas com Sarkozy e Hu Jintao, cantando em conjunto "We are the world, we are the children..."?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01



Sobre o Inútil

foto do autor


Para twittar

http://twitter.com/Sem_Utilidade

Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...

  • Chico

    Claro que o culturismo é óptimo! Eu sou um grande ...