Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Foi tão bom para ti como foi para mim?

por Inútil, em 15.01.09

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Quem disse a Tomás Taveira que um estádio fica bonito quando construído de forma a apresentar semelhanças com um urinol? Será que aquela gritaria na cama ontem à noite faz de mim um tigre ou da minha namorada uma Meryl Streep do coito?

Quanto às duas primeiras, nada a fazer, continuam a ser mistérios insondáveis. Mas a última questão talvez já não. Pelo menos na óptica de Anahad O'Connor que, no livro Não tome banho em dias de tempestade, faz os possíveis para responder a essa e outras dúvidas inquietantes.

Ora, para quem não está para o comprar, o Expresso disponibilizou uma secção onde estão publicadas algumas dessas interrogações, entre as quais a tal a que há pouco me referia.

Sem me alongar em descrições da coisa (em caso de curiosidade, é fazer clik no link e dar uma vista de olhos), tenho a dizer que, apesar de interessante e engraçado, é um artigo capaz de dinamitar muita relação. Com machos inseguros, por exemplo. Não será assim tão improvável ver estas criaturas a imprimir o texto em questão, colar as folhas ao tecto ou fazer cábulas nas palmas da mão e ir consultando a obra, só mesmo para ver se os diversos patamares da evolução da coisa estão a ser cumpridos. Surge também a hipótese de parar o acto a meio e dizer "pera lá, tu estás a dizer frases completas" ou " as tuas costas não se estão a arquear e alongar incontrolavelmente". E isso, meus amigos, é mais anti-tesão que a imagem de um homem peludo só de peúgas a folhear revistas pornográficas dinamarquesas. 

Outra coisa que pode advir daqui é a substituição dos velhos clássicos verbais acasalatórios. O que rende a partir de agora é misturar ciência com prazer carnal. Fora com o "Estás a gostar?", venha de lá o "Estás a libertar oxitocina?". "Foi tão bom para ti como foi para mim" é coisa de meninos frente a um contemplativo "Também libertaste endorfinas, amor?".

A ignorância é uma virtude? Nem por isso. Mas demasiada informação também é má para o negócio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09



Sobre o Inútil

foto do autor


Para twittar

http://twitter.com/Sem_Utilidade

Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...

  • Chico

    Claro que o culturismo é óptimo! Eu sou um grande ...