Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda sobre a artroscopia

por Inútil, em 12.11.08

Após reflectir sobre o assunto, cheguei à conclusão que a única parte do processo que não me apoquenta muito é a própria intervenção. A anestesia, por exemplo, preocupa-me mais. 

Ainda mantive a esperança de passar pela coisa a roncar que nem uma porca, com anestesia geral. Foi sol de pouca dura, já que entretanto, depois de conversar com uma amiga que é enfermeira, fiquei a saber que o mais provável é levar com a boa velha epidural.

Sim, é verdade. Tudo indica que vá ser epiduraldado.

E isso é chato porquê? Em primeiro lugar porque vou levar com uma injecção na coluna. E não é com certeza com uma agulhita miniatura. Naa, cheira-me que aquilo é mesmo com uma seringa de farturas e uma agulha mais grossa que o meu polegar. Enfim.

Depois, parece que isso me vai deixar paralisado da cintura para baixo. Pessoalmente, preferia que fosse da cintura para cima. Só mesmo para não estar outra consciente durante a obra. Convenhamos, tudo isto vai ter lugar num hospital português. As hipóteses de ouvir um "ò doutor Baptista, isto encaixa onde?"  ou um "é engraçado que quando um gajo desmonta qualquer coisa e volta a montar sobra sempre uma peça ou outra" não são assim tão baixas. E isso não são frases que tranquilizem alguém imobilizado numa marquesa.

Principalmente porque não vão deixar alguém ir comigo só para me dar a mão.

A epidural levanta ainda outra questão: o que vou fazer com todo o tempo morto que vou ter enquanto estiver a ser retalhado? MP3 e PSP's é para esquecer, a não ser que possam ser esterilizados. Podem? Não? Gaita.

Posso sempre travar diálogo com o staff mas cheira-me que distrair aquele malta do trabalho que têm entre mãos não seja algo favorável à minha pessoa. Até porque a conversa teria invariavelmente que passar por meandros futebolísticos e o ortopedista em questão é do Sporting. Não sei bem qual seria a sua reacção após me ouvir dizer "vocês têm o meio-campo mais lento da história do futebol", mas também acho que prefiro não saber, pois não me parece boa politica atormentar a cabeça de um homem de bisturi em punho.

Que se lixe. Não hei de ser certamente o primeiro marmelo de 26 anos a chamar pela mãe do alto de uma mesa de operações.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:28


9 comentários

De À Nora a 12.11.2008 às 17:44

Não te preocupes, a epidural é igual a qualquer outra injecção (já levei 3) e quanto a estar esse tempo todo sem fazer nada, o anestesista fala contigo e além disso, por vezes dão um calmante. A mim uma das vezes deram-me um tão forte que estive meia a planar durante 24 horas!!!! Até insultei um amigo que me fui ver e quase lhe bati...

De Piston a 12.11.2008 às 20:11

Nada a temer. O que mais me custou foi a picada na mão. Não penses que vais estar sempre acordado. Ficas com uma moca grande.

http://opistoneacabecadohomem.blogspot.com/2008/08/3-de-agosto-de-2007.html

De Inútil a 13.11.2008 às 10:59

Pôrra, ò Piston, tenho eu andado a esforçar-me para não pensar na algália e mandas-me um link de um texto com uma descrição relativamente gráfica da coisa. Só me apanham naquela marquesa com cuecas de chumbo.

De Jinx a 14.11.2008 às 11:11

Quando fui operado aos meniscos, pedi que me dessem as drogas no próprio dia da operação. É que nem sentes a epidural!!!

De Thunderlady a 14.11.2008 às 15:32

Já fiz uma artroscopia e a anestesia foi epudural. Queres a parte boa ou a má? Estás ocmreceio da epidural.. bem, comparado com as dores pós operatório a epudiral é uma brincadeira de meninos.

Quando me vi na SO pedi geral e não deram, mas fiquei tão stressada que me deram um calmante que foi uma maravilha!

Leva o teu MP3. Pelo menos eu fui operada a ouvir musiquinha.. (nem o Marilyn Manson faz ideia do bem que se stá a ser operado a ouvir o Mechanical Animals)

Da cintura para baixo não sentes absolutamente nadinha, não tenhas stresses, também não sentes a levar a anestesia.Impõe respeito mas não custa nada.

Agora o pós-operatório..... drogas, muita morfina, muita morfina!!


Vai com calma. :) Vai correr tudo bem.

(faz dia 2 de Dezembro 10 anos que foi a minha. Devo dizer que me lembro ao pormenor de tudo. Inesquecível. Especialmente a parte de não dormir com medo que se esquecessem de me ir dar.. DROGAS!!!)

De Aurea Mediocritas a 14.11.2008 às 22:16

Tenho pena desta nova geração.
Quando me tiraram meio menisco adormeceram-me, com uma droga que ainda hoje procuro o nome, e acordei com tudo pronto.

Que seja rápido, fácil e que os médicos acham que é melhor não adormecer as pessoas, tenham que arrancar os seus próprios dentes a frio.

De Inútil a 19.11.2008 às 11:37

Epá, isso queria eu! Adormecer como uma porca velha e acordar já de malas feitas, mas não, vai mesmo ser a anestesia dos sádicos.

De Aurea Mediocritas a 22.11.2008 às 21:30

Filhos da puta.

De ZPedro a 31.01.2009 às 21:07

Acabei de ser "atroscopado" e ao fim de dois dias já estou em casa, sem dores mas o joelho não dobra mais de 20 a 30 graus. É normal pois isto vai com o tempo. Em relação à epidural, assim que me disseram que ia levar uma barafustei logo porque, não queria nem sentir que andaria a chafurdar na minha coluna vertebral com a dita agulha das farturas. Tanto disse que não queria, pelo menos acordado que a anestesista disse só: ok! não lha dou. Resultado: uma semi geral para adormecer o refilão e assim que me apanharam a ressonar que nem um porco vá de me assaltarem a coluna e pimba toma lá uma epidural e aguenta-te... mas como não senti nada tasse bem. Conselho para quem o quiser: se não querem epidural refilem mas o mais certo é levarem com ela depois de estarem a dormir calamamente... mas resulta porque o cerebro não sente a agulha a dar o chamado choque eléctrico na espinha. Boas convalescênças para que etsa de joelho empanado e que vai ficar com ele empanado não custa muito porque a tecnologia está muito avançada mesmo. Abraços e beijinhos

Comentar post



Sobre o Inútil

foto do autor


Para twittar

http://twitter.com/Sem_Utilidade

Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...

  • Chico

    Claro que o culturismo é óptimo! Eu sou um grande ...