Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O mar enrola na areia

por Inútil, em 04.08.05
Sempre achei que uma das razões para a violência doméstica é a educação que é adquirida pelos violentadores enquanto criancinhas. Ora, quando a criancinha cresce escutando canções infantis com letras como esta

"o mar enrola na areia
ninguém sabe o que ele diz,
bate na areia e desmaia
porque se sente feliz.

O mar também é casado, ó ai
o mar também tem mulher
é casado com a areia, ó ai
bate nela quando quer"

torna-se compreensivel a sua mutação de criancinha adorável para adulto espancador, qual dr Jekyl e mr Hide.
Atenção, com isto não estou a tentar justificar as acções dos espancadores. Abomino a violência doméstica, até. Lá que os maridos dêem uns açoites na região lombar das mulheres numa tentativa de espevitar o acto sexual, ainda vá que não vá. Brincar à apanha da azeitona fazendo da senhora a oliveira, isso já é cobardia.
A não ser, claro, que a senhora em questão faça culturismo e o senhor seja um lingrinhas. Aí, deixa de ser cobardia para ser burrice.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:12


2 comentários

De Inútil a 05.08.2005 às 00:47

Isto não tem nada de perverso! Repara bem: "bate na areia e desmaia
porque se sente feliz". Ou seja, a criancinha cresce a pensar que violência traz felicidade e um sono solto! Uma campanha subversiva oculta para adulterar as criancinhas está instaurada nas bases da nossa sociedade.

De Homem das Neves a 04.08.2005 às 10:29

Só mm uma mente coleccionadora e perversa como a tua para ter ideias destas...

Comentar post



Sobre o Inútil

foto do autor


Para twittar

http://twitter.com/Sem_Utilidade

Onde é que anda aquilo?

  Pesquisar no Blog





Comentários recentes

  • Goretti Nunes

    Olá,Estou neste momento a elaborar a minha dissert...

  • Anónimo

    Pessoal a culpa nao e dele....a culpa e da mae que...

  • Anónimo

    Vai la e experimenta

  • ana maria

    Experimentei o frizante Castiço na cidade de Coimb...

  • Chico

    Claro que o culturismo é óptimo! Eu sou um grande ...